Dt 180 sem lenta, e com excesso vazando pelo ladrão

Espaço destinado a preparação de motores, suspensões, freios, e etc...ou questões técnicas que envolvam conhecimento de mecânica, engenharia de motores, composição de combustíveis, etc....também devem ser postados aqui.

Dt 180 sem lenta, e com excesso vazando pelo ladrão

Mensagempor Moorcegou » 17 Abril 2018 à38 10:31


Bom dia, recentemente comprei uma dt 180 84, pra rua, a moto esta andando normal, carburador original, mas estou com problemas de gasolina vazando pelo ladrão, se fosse so isso tudo bem, mas ela nao da lenta, quando aperto o parafuso para aumentar a lenta ela fica boa, na lenta. Mas quando acelero ela demora baixar o giro, antes de abrir o carburador queria saber qual possiveis problemas poderiam ser...
Moorcegou
Tentando a categoria "A"
Tentando a categoria "A"
 
Mensagens: 2
Registrado em: 17 Abril 2018 à51 10:26
Localização: Rio do sul , sc

Re: Dt 180 sem lenta, e com excesso vazando pelo ladrão

Mensagempor Ronaldo p.a » 17 Abril 2018 à39 12:37


Sobre o excesso sendo jogado fora podem ser:

-Bóia furada/encharcada.
Ela absorve gasolina e acaba ficando mais pesada e flutuando com mais dificuldade; não faz a vedação corretamente.

-Altura da bóia desajustada.
(basta uma pesquisa em "nível da cuba da DT" aqui no Lider motos, que você encontra muita coisa sobre...

-Agulha e sede da bóia desgastadas.
Com o tempo, a agulha e a sede que trancam a entrada da gasolina vão se desgastando e permitindo uma entrada maior de combustível para a cuba, observe se há um "degrau" na ponta da agulha, ou marcas na sede. (Já aconteceu comigo de estar entrando gasolina por fora da sede, pela arruela que vai embaixo da sede...)

-E menos provável, alguma sugeria ou desgaste do pino da bóia, impedindo o movimento livre da mesma.

Sobre o pistonete descendo lento:
Desgaste do corpo do carburador ou do pistonete, as DTs tem um trilho na lateral do pistonete por onde um pino no carburador guia o seu movimento, observe se há marcas, desgaste.

-Carburação pobre na baixa/média.
Alguém pode ter descido a agulha tentando mascarar o excesso causado pela bóia, pode também haver alguma entrada de ar falso pelo coletor, na mangueira ou no reservatório YEIS, na base do cilindro, pelos retentores do virabrequim, etc...

Observe se não há rachaduras no coletor, retire a mangueira e assopre em direção ao YEIS (caso a sua moto ainda tenha)

Retire a tampa esquerda do motor e observe se a carcaça está húmida de óleo, (o ideal seria retirar o magneto para visualizar o retentor do vira)...

Para o retentor do lado direito, coloque um copo com água na ponta da mangueira do respiro e com a moto funcionando, veja se ela borbulha... no caso do retentor direito estar ruim, também pode ser observado se o óleo do câmbio está ficando acinzentado e com cheiro de gasolina...

Outro teste importante seria, com a moto funcionando, bater um WD40 na junta da base do cilindro e no coletor de admissão, afim de observar alterações na rotação do motor, se confirmado, então nesse ponto há uma entrada de ar falso.

Carburação em 2T sempre começa pela vedação do motor, compressão, ignição, nível da bóia e só em seguida, giclagem e agulha...

Espero ter ajudado um pouquinho kk e se possível posta foto da magrela ::evil::
"Slow rider... Traduzindo: ROIA!!!"
Ronaldo p.a
Tentando a categoria "A"
Tentando a categoria "A"
 
Mensagens: 355
Registrado em: 17 Outubro 2014 à35 16:20
Localização: Estiva-MG

Re: Dt 180 sem lenta, e com excesso vazando pelo ladrão

Mensagempor Moorcegou » 17 Abril 2018 à11 16:49


Muito obrigado pelas dicas, vou fazer isso no fim de semana [photobucketImagem[/photobucket] Imagem">
Moorcegou
Tentando a categoria "A"
Tentando a categoria "A"
 
Mensagens: 2
Registrado em: 17 Abril 2018 à51 10:26
Localização: Rio do sul , sc


Voltar para Preparação e Questões Técnicas de Motos Off-Road

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 6 visitantes