Com bela estrutura, Paranatama abriu Campeonato Pernambucano de Motocross e Arena Nordeste

Com bela estrutura, Paranatama abriu Campeonato Pernambucano de Motocross e Arena Nordeste


Com supervisão da FEPEM (Federação Pernambucana de Motociclismo) e organização da PERACE, a prova contou com participação de mais de 200 pilotos de diferentes Estados da Região Nordeste, mostrando assim o ótimo trabalho realizado pela organização.

O clima ameno, para os padrões da região, ajudou para que a prova ganhasse em emoção, com várias disputas. O público superlotou o local, e o evento fez parte da programação de aniversário da cidade. As atividades da FEPEM começaram na sexta-feira em Garanhuns, com a entrega da premiação para campeões e vice-campeões da temporada 2019. Uma bela festa foi montada no Salão de Festas da Vodka Nordoff para receber confortavelmente os convidados.


João Arthur

Dentro da pista as emoções começaram com a disputa das 50 e 65cc. João Arthur de Arapiraca (AL) largou bem e assumiu a ponta e andou tranquilo até a última volta da bateria quando foi pressionado por Juninho. Wagner Guilherme forte e terminou a prova na terceira posição. Gabriel e Marcio Victor completaram o pódio da categoria.


Kleber Moraes

Especial Máster teve uma bela disputa pela liderança. David Lara largou na frente seguido por Kleber Moraes que passou a pressionar o ponteiro. Antes da metade da prova Moraes conseguiu superar David Lara que logo em seguida, ao tentar retomar a ponta, teve uma queda que o afastou da briga pela liderança deixando o caminho um pouco mais sossegado para a vitória de Kleber Moraes. David Lara ficou em segundo. Ricardo “Boquinha” andou consistente e se firmou na terceira posição logo no inicio da corrida com uma boa distância em relação ao quarto lugar José Bento. Ismael completou o pódio da categoria.


Rafael Rafinha

Diego Rufino largou bem e assumiu a ponta da Nacional Intermediária, mas com problema a partir da terceira volta, ele foi perdendo rendimento e terminando fora dos dez primeiros. Matheus Alves assumiu a ponta mas logo em seguida foi superado por Rafael “Rafinha” que não perdeu a oportunidade para vencer a prova mesmo sendo pressionado por Alves em boa parte da disputa. Saindo de um pelotão muito disputado “Já Morreu” andou forte e terminou a prova em terceiro lugar com Renato Moita na sua cola, em quarto. Luan Liberato oscilou entre posições no começo a prova, mas a partir da metade foi conquistando posições e fechou a prova no quinto lugar.


Ricardo – Vencedor da Nacional Máster

Ricardo andou forte e dominou de ponta a ponta a Nacional Máster. Na caça ao líder em boa parte da prova, Jakson “Rodas” terminou na segunda posição aos ter largado em sexto a dois segundos de desvantagem do líder. Paulo de Tarso largou no pelotão da frente e se manteve até o final da prova com a terceira posição. Marivaldo assumiu o quarto lugar no começo da bateria e abriu uma confortável distância em relação ao quinto colocado Marcos Miranda.


Ryan Moura

Gabriel Duarte começou como ponteiro da MX Intermediária e sustentou a colocação até a sexta volta, quando foi superado por Ryan Moura. Gabriel tentou acompanhar o líder, mas com uma tocada forte, não demorou muito para Ryan Moura abrir dos demais. No começo da prova Andre “bacaninha” aparecia no pelotão de trás da prova, e com uma ótima recuperação foi galgando posições e terminou em terceiro. Henrique Kibom foi oscilando entre os primeiros e terminou em quarto. Lucas Rodrigues figurou na segunda posição no começo da prova mas terminou na quinta posição.


Gustavo Amaral

Após a primeira manutenção foi a vez da Nacional 230/200cc entrar na pista. Desenhava-se uma bela disputa pela liderança entre Gustavo Amaral e Janiedson.: pulando na frente, Gustavo Amaral viu sua vitória ser facilitada com o abandono de Janiedson que teve problemas com a moto. Com isso quem avançou para a segunda posição foi Alex Lucena que se aproximou do líder, mas não o suficiente para tentar um ataque. Próximo dos líderes na terceira posição ficou Henrique Silva. Faltando quatro voltas, Vinicius assumiu a quarta colocação deixando Eduardo “Gata Maga” Everton em quinto.


Bruno Alencar

Com uma tocada forte e segura, Bruno Alencar saiu da quarta posição para vencer a MX4. Aproveitando o embalo, Rosivaldo “RO” se firmou em segundo lugar no começo e terminou a prova 5 segundos à frente de Júnior Tiradentes que havia iniciado na liderança. Ótima prova de recuperação de Calixto Júnior que largou mal e foi conquistando posições até terminar em quarto, próximo do terceiro colocado. Fechando o pódio ficou Kelinho.


Ewerty

Os três primeiros da Junior Nac/ Especial foram definidos logo após cair o gate com Ewerty vencendo a prova de ponta a ponta tendo 8 segundos de vantagem sobre Narciso, segundo colocado. João Danilo andou sem ser incomodado no terceiro posto. Com problemas, Bruno abandonou o quarto lugar, que foi herdado por Wagner Guilherme. Na antepenúltima volta, Juninho conseguiu superar Fabinho e ficou em quinto.


Tales Nathan

Tales Natan fez valer seu favoritismo e andou forte para vencer a MX2 de ponta a ponta. Mas ele não teve vida fácil pois João Vitor, segundo colocado, se manteve muito perto. Bem mas distantes dos ponteiros, Athalo Brito, irmão do vencedor da prova, andou tranqüilo na terceira posição. Após subir duas posições em relação à largada, Jonatha Tiradentes assumiu o quarto lugar no da bateria. Saindo de trás do pelotão e após muita disputa, Mazoud Ramos ficou com a quinta posição.


Flávio Pantanal

Flávio Pantanal andou forte e liderou a Categoria Nacional Open do início ao fim. Alan Lucena herdou a segunda posição de Bruno Alencar, que com problemas teve que desistir da disputa. Diógenes Rufino teve muito trabalho para segurar Diego Julião e assim terminar em terceiro. Décio ficou em quinto.


Jhonatan Pinto

Com problemas, Gustavo Amaral saiu da liderança da Nacional Pro para terminar em quarto. Andando forte, Jhonatan Pinto pulou do quarto lugar para a liderança da prova na sétima volta. Já o segundo colocado, Daniel Ventura, fez uma corrida de recuperação espetacular saindo das ultimas posições. Janiedson ficou em terceiro, a mais de 20 segundo dos ponteiros.
Outro que trabalhou numa corrida de recuperação foi Alex Lucena que saiu do último lugar para terminar no pódio em quinto.


Alan Lucena

Alan Lucena teve certa facilidade para vencer a MX3 de ponta a ponta. Já a disputa pela segunda posição foi definia na última volta. Diego Julião vinha aproveitando bem os retardatários para ter certa diferença dos demais pilotos. Só que na última volta, o quarto colocado Bruno Alencar, surpreendeu Calixto Junior e Diego Julião pulando para a segunda colocação. Julião terminou em terceiro e Calixto Junior em quarto. Rosivaldo “Ro” ficou em quinto.


Gabriel Calixto

Em uma das provas, mas disputadas do dia, Tales Natan liderou a MX1 até a décima quinta volta quando foi surpreendido por Gabriel Calixto, Mais tarde um pneu furado tirou a chance de Tales de retomar a liderança e fez com que terminasse a prova na quarta colocação. Jonatha Tiradentes também disputou à liderança da prova, mas teve que se contentar com o segundo lugar. Atalo Brito ficou em terceiro. Fechando o pódio da categoria ficou João Victor.

Após as baterias serem concluídas o presidente da FEPEM, Sérgio flores agradeceu a todos os envolvidos que fizeram a prova ser um sucesso, e principalmente a Prefeitura que não mediu esforços para a realização do evento.
“Quero agradecer o Prefeito Valmir do Leite pela parceria e pelo esforço, disponibilizando homens e maquinário para que essa prova fosse um sucesso e também a todos os pilotos e equipes que vieram até aqui abrilhantar esse evento”, disse Flores.


Pódio MX1

A segunda etapa do Campeonato Pernambucano de Motocross acontecerá nos dias 2 e 3 de maio em pesqueira. Já a Copa Nordeste terá a segunda etapa no dia 6 e 7 de junho em Juazeirinho na Paraíba.

Veja também:


Fonte: MotoX