Comando no cabeçote ou no bloco??? Saiba a diferença.

Fabrício:

Comando: no bloco ou no cabeçote?

Lendo o artigo sobre motos antigas nacionais a respeito da Honda XL/XLX, estava escrita a seguinte frase: "motor de 124 cm3 com comando de válvulas no cabeçote (não o de comando no bloco da CG)". Agora queria saber, qual a diferença de comando de válvula no cabeçote e no bloco? É no BCWS que tenho minha fonte de lazer nos fins de semana, quando estou na internet.

Leonardo Sbragi Crecente
Ibitinga, SP - killer.is.me@bol.com.br

Válvulas, em seu movimento retilíneo de abrir e fechar, sempre impõem dificuldades de operação à medida em que um motor funcione em rotações cada vez mais elevadas. Isso se complica ainda mais quando esse movimento começa na parte inferior do motor (considere-se um motor de cilindro vertical como o da Honda citada), ou seja, o bloco, pois a partir daí é necessário um tucho (em contato com o ressalto do comando de válvulas) e uma vareta para levar movimento até o cabeçote, para então ser invertido por meio de um balancim e acionar a válvula.

Essas duas massas de movimento alternativo (sobe-desce) impedem que o motor possa ser do tipo que "gire alto", pois as válvulas não conseguiriam fechar a tempo, por questão de inércia. É o que se chama de flutuação. Por esse motivo, quando o fabricante objetiva produzir um motor com mais potência em relação à cilindrada (potência específica), e um dos meios para isso é aumentar a rotação de trabalho, as massas de movimento alternativo devem ser reduzidas o mais possível.

A solução, então, é passar o comando de válvulas do bloco conhecido como OHV(over head valve ou válvula no cabeçote) para o cabeçote (OHC, over head camshaft ou árvore de comando no cabeçote). Isso elimina de imediato a vareta e, em muitos casos, o balancim ou alavanca intermediária entre os ressaltos do comando e as válvulas. Para movimentar o comando no cabeçote não é usado nenhum componente de movimento alternativo, mas de movimento circular apenas.

Fonte: Best Cars

Dá licença Titio Rosca, TopsMan na área pra dar uma complementada.

Na verdade o termo "comando no bloco" é dado a esses motores "simples" porque a engranagem de comando está lá no bloco do motor e somente a válvula está no cabeçote, por isso é OHV (over head valve ou válvula no cabeçote).

Nos motores mais complexos, a engrenagem de comando(tbem chamada de ARVORE de comando) também está no cabeçote e não apenas a valvula, por isso o nome é OHC (over head camshaft ou árvore de comando no cabeçote).

Existem também os DOHC que são os motores com 2 engrenagens de comando, 1 para cada tipo de valvula (1 comando para admissão e 1 comando para escape).

Mas pra gente entender melhor, vamos ilustrar:

Imagem
Esse é um motor - Válvula no Cabeçote (OHV)
Em verde está destacado a engrenagem do camando (árvore de comando), como podemos ver, ela está lá no bloco do motor e somente as válvulas estão no cabeçote e são acionadas por intermédio de uma haste (vareta) e balancim.
Ele possui uma considerável perda mecânica devido a quantidade de mecanismos para acionar a válvula. Consequentemente a rotação do motor fica limitada.

Imagem
Este é um OHC. Em verde está a arvore de comando. Como podemos ver é só 1 engrenagem para abrir as valvulas de adimissão e escape.
As válvulas são acionados por intermédio do balancim. Possui menor perda mecânica e uma rotação superior ao do OHV.

Imagem
Este é um DHOC - Duplo Comando no Cabeçote.
Possui dois eixos comando de válvulas no cabeçote (1 comando para escape e 1 comando para a admissão). É o tipo de acionamento que gera o maior desempenho de um motor de 4 Tempos. O fechamento da válvula é feito pela mola e não pelo eixo comando de válvulas como nos outros.


Como diria aquele porquinho... Po-po-po-por hoje é só pe-pe-pe-pessoal ! :mrgreen:



Thanks to ImageShack for Free Image Hosting

Como Encontrar Um Bom Mecânico Par... x