Engate

Mauro Pereira Filho:

Engates: prazo para adaptação até janeiro de 2007

26.12.2006


Quem ainda não adaptou o engate do veículo de acordo com o que determina a Resolução 197 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada em 25 de julho de 2006, terá que providenciar a alteração até o próximo dia 26 de janeiro.

A Resolução disciplina o uso do engate em veículos com Peso Bruto Total (PBT) de até 3.500kg e com capacidade de tracionar reboques, declarado pelo fabricante ou importador do veículo.

Os motoristas que utilizam o reboque apenas para dar proteção ao pára-choque terão que trocar o equipamento por outro conforme determina a Resolução.

No que diz respeito ao fabricante e aos importadores, é necessário que informem ao Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) os modelos de veículos com capacidade para tracionar reboques, assim como informar no manual do proprietário a capacidade máxima de tração do automóvel, juntamente com a especificação do local onde deve ser instalado o equipamento.

Os fabricantes e instaladores de engate terão que seguir normas estabelecidas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Na estrutura do engate deverá constar uma plaqueta inviolável com as seguintes informações: nome empresarial do fabricante, CNPJ e identificação do registro concedido pelo Inmetro, modelo e capacidade máxima de tração do veículo ao qual se destina e referência a Resolução 197.

Quanto aos veículos que já possuem engate, o dispositivo dever ter as seguintes características: esfera maciça apropriada para o tracionamento de reboque, tomada e instalação elétrica para a conexão do veículo rebocado, dispositivo para fixação da corrente de segurança do reboque, ausência de superfícies cortantes e dispositivos de iluminação devidamente regulamentados.

O uso de engates em desacordo com a resolução 197 constitui infração grave, com acréscimo de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa no valor de R$ 127,69. O motorista que estiver com o carro adaptado ao que determina a resolução não precisará trocá-lo ou fazer inspeção do equipamento.

Leia a seguir a íntegra da Resolução 197, de 25 de julho de 2006.

Gargamel:

Fizeram o maior alrde sobre isso ai, mas basta botar uma bola maciça e fazer a instalação eletrica e pronto.... sem contar q como o agente de fiscalização vai saber se a instalação funciona mesmo, sem q o reboque esteja engatado ? :|

TopsMan:

cara... o meu engate está com a instalacao eletrica ok, tem a bola, tem um furo para passar a corrente/cadeado, tem luz q acende qdo se pisa no freio, providenciei a capa arredondada (paguei R$ 25,00)...

agora...

ele tem apenas uma etiquetinha com a marca do fabricante... só tem o desenho da marca na etiqueta... e agora ?? será q tá ok ?

Giordano:

Aqui em BH tem loja de acessórios (Barão) que tá vendendo um "kit de regularização" por 35 pilas.

Vou procurar saber o que tá incluído, além da capa arredondada.

TopsMan:

achei um esclarecimento na folha on line:

blabla... Silva explica ainda que a lei será fiscalizada pelos órgãos de trânsito, que podem multar ou exigir a retirada do engate. "O motorista que já tem o carro com o engate dentro da lei não precisará trocá-lo ou fazer inspeção do equipamento", completa.

"O artigo 6º da resolução 197 obriga aos engates terem esfera maciça, tomada e instalação elétrica, fixação da corrente de segurança e dispositivo de iluminação."

A resolução 197 também prevê que, a partir de 26 de julho de 2008, todos os engates novos deverão ter uma plaqueta inviolável com nome do fabricante, CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), registro concedido pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial), modelo do veículo e capacidade de tração.

ou seja:

quem for comprar engate novo, COMPRE os que já tem a tal plaqueta... quem já tem engate, basta regulariza-lo: "esfera maciça, tomada e instalação elétrica, fixação da corrente de segurança e dispositivo de iluminação"

Gargamel:

quem for comprar engate novo, COMPRE os que já tem a tal plaqueta... quem já tem engate, basta regulariza-lo: "esfera maciça, tomada e instalação elétrica, fixação da corrente de segurança e dispositivo de iluminação"
Perfeito, daí a minha indignação, fizeram tanto alarde e no final so houve mesmo a obrigatoriedade de haver plaqueta nos novos.... :?

MRMoraes_:

O que seria o "dispositivo de iluminação" ?

TopsMan:

MRMoraes_ escreveu:O que seria o "dispositivo de iluminação" ?

é uma luz vermelha que fica na parte de baixo do engate....

Giordano:

Oi a só o trecho de uma matéria publicada em http://www.webmotors.com.br/wmpublicado ... hnid=36570:

E quem já tem engate no carro?

Quem já colocou o engate em seu veículo e o usa apenas para proteger o pára-choque provavelmente terá de trocar o equipamento por outro, verdadeiramente funcional. Isso porque essa é a exigência para continuar circulando com o equipamento.

Segundo a resolução 197, os engates ou devem ser equipamentos originais de fábrica ou trazerem esfera maciça, apropriada ao serviço de tracionamento, tomada e instalação elétrica para fornecer energia ao veículo rebocado, dispositivo de fixação da corrente de segurança do reboque, ausência de superfícies cortantes ou cantos vivos na haste de fixação da esfera e dispositivos de iluminação.

O prazo para ajuste, contado da publicação da resolução, é de 180 dias. Quem não fizer nada a respeito, ou não fizer no prazo certo, corre o risco de levar cinco pontos na carteira, por infração grave, com R$ 127,69 de multa e a retenção do veículo para regularização. Em miúdos, só sai com o carro se retirar o engate. Como a instalação e desinstalação nem sempre é fácil, convém andar depressa.

Tópicos Semelhantes
Respostas