XR 200 1995 x CRF 2011

fernandok:

Buenas moçada.

Tenho uma XR 200 95 há uns 2,5 anos, que me ensinou muito e ainda me dá muitas alegrias nas trilhas. Sinto que já poderia ter uma moto melhor, tenho vontade de ter uma especial, tipo uma Tokens 250 ou AJP, ou ainda WR ou CRF 250 (sonho).

Sempre pensei em ficar mais tempo com a XR e pular dela direto para uma especial, sem pegar uma 230.

Contudo, nos últimos meses estou com constantes gastos de cerca de R$ 250 em manutenção. Do tipo: algo na caixa que trancou, escapamento velho, relação, suspa traseira estourada, discos de embreagem... Sempre penso "tenho que fazer isso aí fica bom, só usar..." Mas aí uns dias depois vem outra...
Nunca precisei fazer o motor, ela nem fuma ainda.

Estes gastos estão me decepcionando, afinal são custo de cerca de R$ 250 que não trazem melhoria, é simples manutenção.

Então passei a considerar a possibilidade de uma 230, mais por contenção de gastos, pois nunca tive grande desejo de ter uma. Imagino que com uma 230 esse custo de manutenção reduza muito, pra algo tipo R$ 50,00. Sei que depende do estado da moto...

Analisei motos 0km, mas conclui que não tem como comprar, sem aumentar consideravelmente o desembolso.

Surgiu então uma CRF 2011 de um conhecido, que comprou 0km. De acordo com ele, as únicas alterações foram cano protork ( morto:: ), alongador de direção, limpeza de filtro toda trilha e oleo a cada 3. Ele pede, sem ter chorado nada ainda R$ 9.500, que é o que tem na fipe.

As minhas condições são: entrada perto do valor que vale minha XR e parcelas no valor parecido com o que gasto de manutenção. Se conseguir isso, praticamente não investimento a ser feito, continuo em um patamar de gasto parecido, com uma moto melhor. Assim não comprometeria meu orçamento, que tem uma construção de casa prevista e uma mulher muito crítica no meio heheh.
Negócio perfeito, não? teoricamente hehe.

Pensei então em uma entrada de cerca de R$ 4.000 e parcelas de cerca de R$ 300. Com um cálculo rápido, acho que se pegasse um CDC na Caixa teriam que ser 24 parcelas de 300.

O que acham do negócio, levando em conta a situação?

To aqui matutando as coisas hehe e gostaria de ouvir opiniões. Sei que tem muitas variáveis... Mas qualquer opinião seria bem vinda.

[na verdade tenho dinheiro na poupança pra comprar a vista, porém esse dinheiro tá reservado pra obra, e não queria comprometê-lo, e é mais fácil convencer a patroa assim]

[eu tinha que desabafar doeu:: ]

CounterRoachSK8:

Minha opinião... Gaste os R$250 na XR e pronto rsrs esses custos de manutenção são assim mesmo, mas uma hora ela fica boa, a CRF um dia também vai ter dar praticamente os mesmos gastos. E pegar um financiamento pra compra-la não acho muito jogo não. 24 parcelas de 300 vc deixaria a XR ZEROO com kit 230!!!! E ainda sobraria dinheiro x.x

Rafael Corretor:

Se o R$ é o problema, fica com a XR, você vai financiar uma moto usada que logo estará necessitando de reparos para continuar rodando.

Portando, fica de XRão e seja felixx

fernandok:

Opa, valeu pela opiniões galera.

Acham que a manutenção será equivalente, mesmo a CRF sendo 2011? Digo, minha XR parece estar boa, mas mesmo assim aparecem manutenções inesperadas, o que estava atribuindo a seu tempo de uso, sendo 95.

Esperava na CRF gastar só filtro, óleo e pneu por um tempo, tipo 1 ou 2 anos. Claro, salvo acidentes que podem ocorrer.

Obrigado, de novo!

superagro:

Cara nem da pra comparar a manutenção de uma moto 95 com uma 2011.

Olha meu caso: quando comecei nas trilhas eu comprei uma XR 2001 do meu primo, ela era de rua, ele montou ela pra trilha ficou uns 6 meses e me vendeu ela.
A moto tava filé, mesmo assim mandei fazer uma revisão geral nela antes de começar a andar, só ai já foi quase 500 contos.
Fiquei 6 meses com a moto e sempre tava gastando com ela, sempre tinha algo pra fazer, fiquei com raiva vendi e comprei uma tornado 2005, dai pra frente foi só alegria, depois da tornado tive duas CRF230 e te digo, em nenhuma das três gastei dinheiro como gastei com a XR, em manutenção não, talvez em acessórios e tal.
e não eram CRF novas não, uma era 2007 muito bem conservada e uma 2008 bem sambada que comprei parcelada de um amigo.

Sem contar que é muito melhor andar de 230 que de XR, não da nem pra comparar.

fabio blanco:

Fica na XR , se vc gastou 250 contos nos ultimos meses , com vc cita , sua XR ta ficando zerada , provalvelmente este gasto vai diminuir , pois vc esta trocando por peças novas , agora se pegar a CRF vai ter as parcelas e se quebrar algo na CRF ????

guilhermeDF:

cara moto de trilha sempre tem um gasto com alguma coisa... seja pastilha de freio lonas oleo do motor pneus etc.... uma dica que te dou é todo mês guardar uma graninha tipo 50~100 conto saca e deixar reservado pra uma "emergencia".... assim vc nao toma uma lapada de surpresa saca e quando precisar de gastar tem uma boa reserva já....

pq nao vai ser toda trilha que tu vai ter um gasto entao sempre da pra guardar alguma coisinha... faz um cofrinho e tals dai da certo hehehe

xr é moto boa leve e fortinha e com uma manutençao relativamente barata...

lembre-se de uma coisa... pode ser moto 1995 ou 2013, se descuidar da manutençao ela vai te dar dor de cabeça sempre.... conheço um doido que tem um chevete 78... nunca vi esse carro no prego... mas tbm manutençao sempre tudo redondinho... ai é sempre tranquilo...

fernandok:

Aí guilhermeDF, bem nessa, já tenho o tal cofrinho, mas ele não tá dando conta nos últimos meses rsrsrss...

A questão da manutenção preventiva to ligado, afinal andei 5 anos de Honda ML 1987 e uns 4 anos de Voyage 89, e nenhum deles me deixou na mão, tudo sempre em dia.

Na verdade a XR de trilha me deixou totalmente empenhado uma vez só nesses 2,5 anos. (parte elétrica). Contudo trilhas com ela meia boca já tiveram algumas...

O dó mesmo é ter a impressão de estar gastando sem evolução, quando, na teoria, parece que poderia uma moto mais nova/melhor com um custo parecido.

As opiniões estão sendo muito aproveitadas. Eu tinha impressão que seriam inversas, incentivando a troca, acho que eu estou só desanimado com a XR...

Matsui:

com certeza vc vai gastar gastar e continuar no mesmo nivel, se trocar por uma crf 230 ira melhorar bastante e o custo de manutencao continua o mesmo praticamente. mas vai ficar satisfeito por ter uma moto mais nova e na modinha.

superagro:

Eu não sei se as XRs daqui são diferentes do resto do Brasil, aqui quem insiste em andar de Xr (na minha cidade só tem uns 2 ou 3) não para de dar dinheiro pra mecânico.

Você ja anda de moto a 2,5 anos, compra uma Crf e me fala depois se sua pilotagem não evoluiu.

fernandok:

Matsui, eu realmente não estou pensando na troca pro modinha, pelo contrário, sempre quis fugir da modinha heheh.

Como superagro falou, considero que minha pilotagem tá no limite da XR. Mas ao contrário da sua região, aqui tem muita XR, quem não tem CRF quer uma XR. Isso deve ser pelo perfil da maioria dos trilheiros, iniciantes, imagino.

No nosso grupo tem umas 8 XR e umas 6 CRF/TTR, mais uma e outra Tornado, XT...
Considero uns 4 desses bons pilotos de mesmo nível, modéstia parte só eu junto de XR, os outros 3 estão com CRF ou TTR.

Comecei com essa pulga atrás da orelha pois não tenho mais certeza que vou conseguir segurar a XR uns 2 anos a ponto de economizar para uma especial. E teria que ser uma especial simples ou nova (AJP/Tokens), para não dar absurdo de manutenção tb.

Trilheiro pobre e teimoso é fróids! heheh

freakazoid:

Moto usada vai sempre dar manutenção. Então pense se o valor da prestação mais o valor de uma eventual manutenção Nao vão te apertar. Pq lembre, serão 24 meses pagando, pode ser q ela Nao va dar tanta manutenção quanto a xr mas com certeza ela vai dar alguma manutenção nesses dois anos. E ainda tem a preventiva.
Talvez Nao seja possível dar mais uma chance a xrrinha? Separa um dinheirinho e faz uma boa revisão na moto, verifique tudo, suspensões, rolamentos, freios, motor, enfim tudo. Eh provável de vc gastar agora e ficar um bom tempo sem problemas e sem se apertar.

Isso sendo mais racional, pois Nao a duvidas de que a cfr Eh muito menos limitada que a xr.

Abracos

Gato a Jato #53:

sabe qual problema?? tem muita xr que vive na gambiarra, não sei se é o caso da sua, ou então tem três coisas pra concertar, i só concerta uma, com certeza que umas das outras duas vai te deixar no prego, faz tudo de uma vez e não tem como ela quebrar, ter tem, mais é muito dificil, e não é dificil de se ver, pelo menos por aqui crf 2010 em diante, quebrada, dando manutenção e xr tinindo de boa, o que vale é dono e manutenção totalmente em dia. fassa o que você achar melhor. mas eu? eu aqui?

NÃO TROCO A MINHA XR 200 POR NENHUMA CRF 230.

superagro:

Pessoal sem querer ofender ninguém, mas:

Quando que uma CRF 2011 vai dar a mesma manutenção que uma XR 95?

Pra mim vcs tão tudo doido, falar que não troca Xr por CRF é pra cair o C* da Bunda. lacou::

Sou capas de apostar que pode pegar uma XR e fazer uma revisão geral nela, trocar tudo que tiver precisando, se o cabra andar todo final de semana duvido que ele passe dois meses sem visitar a oficina.

GELOUS:

Tirando o $$ a ser investido na CRF (na compra, propriamente) não tem nem comparação. Certeza que dará MUITO menos manutenção.

Além disso, dizer que é "pouca evolução" de uma pra outra é nunca ter andado em nenhuma das duas.

fernandok:

pessoal pessoal, não é pra se exaltar heheh...

Claro que se nao houvesse dinheiro envolvido, nao tenho duvidas que todos optariam pela CRF, inclusive o gato a jato.

Acho que a comparação é válida justamente pela diferença de valor. Não tenho dúvidas que seria melhor se eu, no início, tivesse aceitado conselhos dos mais experientes e tivesse comprado direto uma CRF. Mas como era o dobro de valor nem cogitei muito hipótese, hoje sei que teria valido a pena financeiramente.

Mas agora que já tenho a XR e considero que estou chegando nos limites de performance dela, vale a pena conitnuar e gastar mais uns 2 anos com ela, ou pegar uma CRF mais nova e pagar por uns 2 anos? Tendo em vista que com a CRF o gasto provavelmente será um pouco maior (parcelas + manutenção), assim como a diversão deve melhorar também um pouco.

E agora me surgiu mais um ponto: ao final dos 2 anos estarei com uma XR 200 95, ou com uma CRF 2011.

Se conseguir melhorar um pouco as condições de compra (pagar menos juro, conseguir desconto), começa a melhorar esse negócio. Vou disparar uns emails e refazer uns cálculos...

GELOUS:

É isso que estou dizendo: o salto de uma XR200 para uma CRF230 é BEM grande! joia:::

Mas, CDC pra pagar moto de trilha é... bem... uma loucura (que eu já fiz, e por isso mesmo posso dizer).

Enfim...

Matsui:

porque tu nao vai pra uma tornado entao?
o salto em dinheiro nao e tao grande e vc com certeza vai evoluir e se divertir muito com ela,

depois troca por uma 230 e boa.

fernandok:

Cheguei a pensar nisso, mas todos meus amigos de Tornado gastam mais que eu com a XR heheh. Pode ser azar, pode ser descuido deles, mas ela não me passa segurança.
Além disso, eu tenho um perfil mais "ágil" na trilha, gostaria de uma moto mais leve que a XR.

GELOUS, nunca pensei que seriam um salto BEM grande. Tinha a impressão que não mudaria tanto, por isso não cogitava essa evolução antes. Não fiz uma trilha completa em uma CRF pra saber, acho que vou pedir essa 2011 pra testar. Falando nela, o rapaz faz R$ 9.000 a vista, isso é um preço adequado, na média?

Valeu abraços.

BrunoPCosta:

Fernando, sendo bem sincero, e sem entrar na questão do $$, a minha opinião quanto às motos é que a CRF é sim muito melhor nas trilhas, em questão de desempenho, ciclística, etc.
Gosto muito da XR, mas a CRF foi feita justamente para isso.

Com relação à manutenção, se a 230 estiver conservada e você sendo cuidadoso praticamente não terá manutenção por um bom tempo, somente o básico. Claro, imprevistos podem acontecer, mas como disseram acredito que não se compara a manutenção de uma moto 16 anos mais nova, e feita para uso off road.

Quanto ao preço, se a moto estiver inteira o preço é mais ou menos esse (entre 9 e 9,5).

Se for possível, faça uma trilha com a 230, assim você poderá avaliar melhor.