Dormência nas mãos, como evitar?

Dormência nas mãos, como evitar?

1. Aprendendo a relaxar, inclinar o corpo mais para frente e aplicar menos força nas mãos especialmente nas subidas, sem “pendurar” o corpo.
5
36%
2. A empunhadura pode estar torta pelos tombos que já levou, o jeito é substituir o guidão. Quando paro as motos lado a lado vejo que o guidão da KTM é (ou ficou) bem mais aberto que o da XRE.
1
7%
3. Reduzindo o avanço do guidão, que nas duas motos eu gosto de usar bem deitado para frente.
1
7%
4. Existem guidões com empunhadura mais alta de fábrica, seria interessante experimentar um.
1
7%
5. Moto de enduro (KTM EXC) oferece posição pensada para correr. A melhor moto para usar em trilha terá sido feita especificamente para isso, como as Freeride por exemplo.
1
7%
6. Pode melhorar usando manoplas e/ou luvas mais macias como as de rally. Atualmente uso manoplas Circuit III e luvas com raspa de couro ou emborrachadas nas palmas, em bom estado.
0
Não há votos registrados
7. Fazendo um preparo físico específico para esta demanda (power ball, por exemplo).
5
36%
 
Total de votos: 14
PauloJ:

Olá pessoal, tudo bem? Descobri esse problema de dormência só quando tentei andar um pouco mais rápido. Não acontece na trilha “a passeio”, de boa. Por exemplo domingo passado andamos praticamente sem parar por 5 horas sem problema algum. E andamos em lugares bastante esburacados.

O problema vem se tentar aumentar o ritmo. Perto de casa tem um morro interessante (5Km ida-e-volta). Às vezes vou lá sozinho e faço o percurso 5 ou 6 vezes marcando o tempo. Aprendizado bacana sob diversos aspectos, buscando apenas um tempo minimamente melhor que o meu próprio, sem comparar com pilotos melhores. Mas isso tem feito minhas mãos “formigarem”, ficam dormentes nas palmas e dedos especialmente.

Dormência é causada por compressão de nervos e/ou interrupção da circulação sanguínea. Tem bastante motociclista se queixando disso na internet, e as causas mais prováveis são ergonomia e postura.
http://portalbigtrails.com.br/forum/arc ... -4590.html" onclick="window.open(this.href);return false;
http://hondacbrbrasil.forumativo.com/t6 ... a-nas-maos" onclick="window.open(this.href);return false;
http://www.suzukionline.org/t21946-mao-dormente" onclick="window.open(this.href);return false;

O bááásico da ergonomia eu já fiz. Sou alto e já instalei prolongadores no guidão e pedaleiras um pouco mais baixas que as originais. A KTM EXC tem o chassi bem alto, então a distância vertical da pedaleira ao guidão nunca vai ser excelente para os meus 1,87m mas... ficou razoável. E sentado, já uso um banco também mais alto que o original.
Imagem

Em comparação, quando ando com minha XRE emplacada nas estradinhas de terra aqui da região o conforto é muito maior porque o guidão também está alto e a pedaleira (maior que a original) parte de um chassi bem mais baixo, então é muito gostoso pilotar em pé nela. Dá para “esquecer da vida.”
Imagem

Na KTM nem tanto, em pé o meu joelho passa do banco e as costas ficam arqueadas. Tento compensar isso arqueando mais os joelhos mas não é uma posição natural, parece um meio termo entre estar em pé e sentado.

Alguém já teve problema parecido? E resolveu como, posso perguntar?

Editado pela última vez por PauloJ em 11 Setembro 2013 à07 10:47, em um total de 1 vez.
Zenha:

Usa mais as pernas amigo , moto tem de fazer força nas pernas e menos nos braços , aperta ela , faz curvas com as pedaleiras , para descer pisa forçando as pedaleiras para frente e não o guidão , subindo também .

Anda mais em pé , em lugares fáceis trilhinha de boa experimenta isto fica de pé bico da bota na pedaleira , imagina que esta com o guidão soldado e usa o corpo e as pedaleiras para virar .

Não tem força ? corre a pé , anda de MTB , faz musculação

A moto é comandada pelas pernas , não pelos braços

Fujita:

Tudo bem Paulão?

Acho que é isso mesmo que o Zenha falou. Eu tambem sentia muito isso, e vc sabe que ao contrario de vc eu sou baixinho, então a ergonomia já estava boa. Entrei na academia e dei uma fortalecida nas pernas (não nos braços) no grupo adutor/abdutor e melhorou bastante andando de pé mantendo a moto presa entre as pernas pressionando com os joelhos para não ficar pendurado no guidon.

abração!

PauloJ:

KKK as várias etapas da falta de condicionamento físico "de final de semana:"
1. Tá aprendendo a andar, tem que aprender a cair. Venham os aquecimentos e alongamentos.
2. Tá aprendendo a andar na trilha, vai fazer força. E cadê fôlego pra tanto empurra, arrasta, anda a pé com aquele equipamento pesado...
3. Tá querendo acompanhar gente com mais preparo, vai ter cãibras. Chega em casa e geme... no meu caso, com uma certa predileção pelos femorais.
4. Tá querendo medir tempo, os detalhes de ergonomia e postura viram enormes impecilhos. Não sei como não abri um pulso ainda, êta esqueleto bom...

Zenha escreveu:Usa mais as pernas amigo , moto tem de fazer força nas pernas e menos nos braços , aperta ela , faz curvas com as pedaleiras , para descer pisa forçando as pedaleiras para frente e não o guidão , subindo também .

Anda mais em pé , em lugares fáceis trilhinha de boa experimenta isto fica de pé bico da bota na pedaleira , imagina que esta com o guidão soldado e usa o corpo e as pedaleiras para virar .

Não tem força ? corre a pé , anda de MTB , faz musculação

A moto é comandada pelas pernas , não pelos braços
Então Zenha, eu achava que sabia isso tudo. Mas agora estou em dúvida se o grau é suficiente. Parece que não.
Fujita escreveu:Tudo bem Paulão?

Acho que é isso mesmo que o Zenha falou. Eu tambem sentia muito isso, e vc sabe que ao contrario de vc eu sou baixinho, então a ergonomia já estava boa. Entrei na academia e dei uma fortalecida nas pernas (não nos braços) no grupo adutor/abdutor e melhorou bastante andando de pé mantendo a moto presa entre as pernas pressionando com os joelhos para não ficar pendurado no guidon.

abração!
Salve Fujita, sempre tive "calcanhar de aquiles" nos adutores (os que puxam para dentro, certo?). Acho que se justifica tentar melhorá-los sim.

cascao:

Pesquisa por arm pump deve ser isso que você tem.

robertovarela:

Na boa, isso é falta de preparo X mau posicionamento.

PauloJ:

cascao escreveu:Pesquisa por arm pump deve ser isso que você tem.
Ótima dica Cascão, muito obrigado. Gostei destes 3 artigos:
1. Foco na anatomia: http://www.stanislausorthopedics.com/ar ... ocross.htm
2. Foco na preparação física http://www.motorcycle.co.uk/articles/of ... rearm-pump
3. Foco na psicologia: http://www.racerxvt.com/article/arm-pump-solved-part-1
A frase mais marcante está no primeiro artigo: "o sangue só flui quando os músculos estão relaxados". Ou seja, sua rotina de pilotagem tem que incluir relaxamentos periódicos, ou a dormência está garantida. Vou experimentar. Claro que o resto também conta.
robertovarela escreveu:Na boa, isso é falta de preparo X mau posicionamento.
Não tem milagre, tomar tempo (novidade pra mim) tem que requerer algum preparo físico a mais do que só passear (estou habituado). Mas pôxa, eu posso passear durante 5 horas sem problema e tenho dormência em 1 hora tomando tempo, com 3 minutos de decanso entre as voltas? Tá certo que já vão longe os tempos em que eu jogava no time da cidade (aos 15 anos) ou competia lutas entre os masters (aos 35 anos), mas eu ao menos tenho memórias claras do que são as várias condições possíveis do preparo físico... (aos 44, não exatamente sedentário mas também longe de exemplar)
E viva Natal cidade gostosa! Sgt Peppers, Curva do Vento, Boteco, Camarões...

Sandro Alex O S:

Amigo , pode ser tambem a cotoveleira muito justa, ela prende a circulação do sangue , quando vç aumenta o ritmo a tendencia do sangue é circular mais rapido e a coloveleira impede a passagem do sangue pelas maos ,isso pode contribuir com o formigamento ou dormencia nas maos .

Sandro Alex O S:

Fiz besteira galera , postei 2 vezes , desculpa .

PauloJ:

Sandro Alex O S escreveu:Cotoveleira muito justa impede a circulação do sangue para as maos e acontece dormencia e formigamento ,isso pode ter contribuido .
Sabe que teve mesmo uma hora que eu parei para afrouxar a cotoveleira? Estava incomodando.

Sandro Alex O S:

Entao, tem um colega meu que faz motocros , parou de usar por esse motivo ., so que nao aconselho o nao uso de equipamentos..

PauloJ:

Andei mais um pouco hoje.

Todas as dicas apresentadas fizeram diferença, muito obrigado.

O problema da dormência aconteceu de cara na 1a volta (a que eu fiz mais devagar) e foi **diminuindo** nas voltas seguintes, à medida que eu ajustava minha postura (e melhorava o tempo).

Mais ainda, cheguei em casa e dei uma diminuída no avanço do guidão (estava além do último risco, trouxe para o último) e baixei os controles mais que proporcionalmente - ou seja freio e embreagem ficaram mais orientados à posição em pé. Vou andar de novo e vai melhorar mais ainda.

Zenha escreveu:...para descer pisa forçando as pedaleiras para frente e não o guidão , subindo também...
Fato. Não tinha sacado que a pisada não pode ser chapada, tem que inclinar compensando o terreno ou seus braços pagarão a conta. Se os pegs não são Pivot, faça com a bota kkk (http://www.pivotpegz.com)
Sandro Alex O S escreveu:Amigo , pode ser tambem a cotoveleira muito justa, ela prende a circulação do sangue...
Caramba como eu não notei antes? Saí já com elas mais folgadas e depois de algumas voltas afrouxei ainda mais.
cascao escreveu:Pesquisa por arm pump...
http://www.motorcycle.co.uk/articles/of ... rearm-pump
When you ride with a forward position, with your upper torso above the bars, it will work wonders for you. What happens is that the bike is pushing you, rather than pulling you.
Ou: a moto tem que te empurrar. Se puxar, está errado. Isso faz uma diferença *enorme*.

Tem mais uma coisinha me incomodando: a folga horizontal do tubo do acelerador (para dentro e para fora do guidão) está em 1,5mm - versus 1,0 e 0,5mm nas outras duas motos que temos em casa. Ou seja, está folgado. Acho que preciso trocar o tubo.

Abraços. Acabou a novela, agora a patroa topa sair. Vamos pra rua que é sexta-feira!

Paulo

Leo Racing:

Eu tive esse problema algumas vezes,mas foi só parar de usar a cotoveleira e tudo melhorou..

PauloJ:

Leo Racing escreveu:Eu tive esse problema algumas vezes,mas foi só parar de usar a cotoveleira e tudo melhorou..
Acho que eu tenho meia dúzia de pequenas mudanças a fazer, uma delas é sem dúvida a cotoveleira. aplauso::

PauloJ:

Caso encerradíssimo.

1. Guidão recuado um tanto (continua avançado mas menos). Manetes ajustados para "punho reto".
2. Adotada a posição "a pedaleira te empurra" na subida. Muito menos força feita com as mãos.
3. Cotoveleira usada com os velcros bem mais abertos, quase frouxa.

Não acontece mais, já testei umas 4 ou 5 vezes.

Valeu pessoal!

Gustavo/PR:

Maravilha...


roubando a cena, (rsrsrs), esqueci minha cotoveleira na pista e ela "sumiu", a partir deste dia parei de usar... estou sentindo que minha força nos braços dura mais tempo agora. Na trilha eu nem sinto, na pista ainda sinto eles travarem.

Paulo, você disse que são de velcro, quais são (marca e modelo?)

PauloJ:

Gustavo/PR escreveu:Maravilha...


roubando a cena, (rsrsrs), esqueci minha cotoveleira na pista e ela "sumiu", a partir deste dia parei de usar... estou sentindo que minha força nos braços dura mais tempo agora. Na trilha eu nem sinto, na pista ainda sinto eles travarem.

Paulo, você disse que são de velcro, quais são (marca e modelo?)
Fox 911...