Moto brasileira entra pela primeira vez na “copa do mundo” de Enduro FIM que acontece em Portugal

Moto brasileira entra pela primeira vez na “copa do mundo” de Enduro FIM que acontece em Portugal


Pela primeira vez uma moto desenvolvida e montada no Brasil participará do ISDE (International Six Days Enduro): evento off-road para motocicletas mais antigo do mundo e considerado a copa do mundo do Enduro FIM.

Trata-se da moto MXF 250RXi da MXF Motors, montadora de veículos off-road com sede em Curitiba (PR). Em sua versão injetada, o veículo passará por duros testes em uma das provas mais difíceis do mundo, e para isso, ganhará grafismo exclusivo com as cores da bandeira do Brasil.


MXF 250 RXi

Disputado desde 1913 e reunindo equipes de várias nacionalidades, a competição desde ano acontecerá em Portugal de 11 a 16 de Novembro, na cidade de Portimão, região de Algarve, destino turístico famoso pelas costas litorâneas, povo hospitaleiro e gastronomia apurada.

Quem pilotará a moto brasileira será o mineiro Vitor Borges Garcia, que corre pela categoria E1. Ao lado dele, correm Gustavo Pellin, Husqvarna FE 450 4T –  categoria E2, Maurício Fernandes, Husqvarna FE 250 4T – categoria E1 e Jesus Fernandez, Husqvarna TE 300 2T – categoria E3.


Time Brasileiro ISDE FIM 2019

Os pilotos brasileiros enfrentarão seis dias de provas e qualquer reparo mecânico como troca de pneus e outros itens devem ser realizados pelos próprios pilotos, tornando a disputa ainda mais complexa.

Os dois primeiros dias de provas terão o percurso de 290 km por dia, completando 4 voltas, chamado de “The Menhir Route”. Os dias 3 e 4 terão o percurso de 310 km por dia, completando 4 voltas, no “The Monchique Challenge”. No dia 5 é a vez do “Crossing the Barrocal”, 280 km por dia, sendo 2 voltas. E completando o desafio, no sexto dia é o teste de velocidade, disputada em uma pista de motocross. O total percorrido será 1.500Km.

A MXF Motors conta com o apoio da Borilli Racing, Biker Acessórios, Renova Grafix, Belparts, GaiaMX, Baterias Motobatt, Motul, Italian Braap, BMS Racing e Ferzza.

Fonte: Show Radical