Qual a diferença…? Modalidades Off-Road…

Qual a diferença…? Modalidades Off-Road…


MX = Motocross…

Seria um circuto relativamente pequeno….q varia entre 1Km…e 2Km….com saltos, costelas, etc..etc..

SX = SuperCross…

Muito parecido com o MX…só q geralmente realizado em ambiente fechados como estádios, etc..et.c…Claro q isso, nos EUA.
É uma prova muito técnica q exige além de velocidade, muita perícia do piloto…q anda em total sincronismo entre moto e saltos….

O cross country ou CC assemelha-se muito ao MotoCross….

Basicamente a diferença está na pista. A pista do Cross Country aproveita os obstáculos naturais do terreno. As modificações feitas pelos organizadores são geralmente algumas rampas e costelas, o resto é por conta da mãe-natureza….. e ai os malucos ficam lá, dando voltas e mais voltas pra ver quem chega primeiro.

A palavra ENDURO vem do vocabulário francês e significa resistência.

Foi criado como uma forma de competição dentro da modalidade “trail”, e, é praticado em trilhas que podem formar um circuito ou um caminho único.
O enduro associa geralmente a resistência do piloto e da moto, ao longo das irregularidades do trajeto. Existem 3 modalidades de Enduro: o Padrão FIM, o Enduro de Velocidade e o Enduro de Regularidade.

Enduro padrão FIM (Federação Internacional de Motociclismo)

É uma prova com distância variável, pois ela pode ser feita num circuito fechado, onde se dá 3 ou 4 voltas, ou num circuito único, onde há um começo e fim distintos. O importante deste tipo de prova é o seguinte:

No início da prova, você recebe seu horário de largada. Aí você terá um tempo certo para percorrer um determinado trecho, mas você poderá andar da maneira que quiser. Haverá um CH (Controle de Horário) num local pré determinado, para saber se você cumpriu o tempo estipulado. Se você chegar adiantado, pode parar e aguardar seu tempo ideal de passagem. Para cada minuto de atraso, perde-se 60 pontos. Além disto, no meio do percurso, existem um ou mais trechos de velocidade (PEL), onde será cronometrado o tempo que cada piloto leva para percorrer tal trecho. Cada piloto perde um número de pontos equivalente ao número de segundos que ele levou para percorrer o PEL. no FINAL, são somados todos os tempos e ganha quem perder menos pontos.

Quando o circuito é fechado, na primeira volta não é cronometrado o tempo dos PEL’s, para o piloto poder reconhecer o percurso. Só a partir da segunda volta é que os tempos serão tomados. No circuito fechado, também não há a utilização de planilhas, todo o percurso é demarcado com setas que obedecem uma norma de sinalização. A distância a percorrer também varia, mas sempre gira em torno de 30-40 Km por volta.

Já num circuito aberto, as distância são bem maiores (a exemplo do Montanhas, que vai de SP à Campos do Jordão) e há a necessidade do uso de planilhas para a navegação.

Enduro de Velocidade – Assemelha-se muito ao Cross-Country, diferindo-se apenas no tamanho do circuito e no tempo de prova. Aqui, ganha quem der mais voltas no tempo estipulado. A pista sempre está entre 3 a 15 Km de extensão. O tempo de prova varia de acordo com a categoria: 1 hora para a PRO, 30 min. para as intermediárias e 10-15 min. para as infantis. Se houver necessidade, a sinalização é a mesma do Enduro FIM.

ENDURO DE REGULARIDADE ( Esse eu CURTO !!! )

Diferente das demais, no Enduro de regularidade não é a velocidade que conta, mas sim, um conjunto de qualidades que um piloto deve ter para sair bem sucedido nesta prova. Não há um circuito fechado; o percurso é único e tem, em média, 130 Km de extensão. Uma prova dura cerca de 5 a 6 horas. Nesta modalidade, o piloto recebe uma planilha com distâncias, velocidades e tempos a cumprir. O piloto deverá fazer o percurso na velocidade que a planilha indica, independente do tipo do terreno, e é claro, as velocidades variam bastante durante uma prova. Você pode ter que andar a 12 Km/h ( e em alguns tipos de terreno, isso é rápido demais !!!) ou a 60 Km/h, por exemplo. Se você conseguir andar na velocidade indicada pela planilha, o tempo do seu cronômetro irá bater com o tempo estipulado pela planilha para percorrer o trajeto e isto é a tal Regularidade que o piloto deve ter pra ganhar a prova.

Para checar a sua regularidade, ficam espalhados vários Pontos de Cronometragem (PC’s) que, em função da sua hora de largada, sua velocidade e distância percorrida, sabem a hora exata em que você deveria estar naquele ponto. Diferente do Enduro FIM, você não sabe onde estes PC’s estão e também não pode parar (se estiver adiantado) para esperar o seu tempo de passagem. Sendo assim, você deve ser um piloto regular e conseguir percorrer as distâncias na velocidade estipulada na planilha. Cada segundo de atraso equivale a 1 ponto perdido e cada segundo adiantado equivale a 3 pontos perdidos. Ganha quem perder menos pontos no final da prova. Se você não passar por um ou mais PC’s, você perderá 1800 pontos por PC perdido
Legal, né? Parece fácil, mas não é. A maior parte do tempo você está atrasado, tendo que andar mais rápido para recuperar o tempo perdido, andar atrasado é tão normal que vc até perde menos pontos do que se estiver adiantado. Ao contrário dos demais, o Enduro de Regularidade possui vários obstáculos como: trilhas na mata, barrancos, rios, erosões, atoleiros… tudo o que os trilheiros encontram numa trilha de final de semana, mas com tempo apertado para percorrer

Fonte: Terranozóio – http://www.terranozoio.com.br/competicoes.htm

[forum align=”none” animation=”none” color=”blue” size=”small” icon=”envelope” text=”Compartilhe
no Facebook” url=”http://www.facebook.com/sharer.php?u=http://lidermotos.com.br/” target=”_blank””]

[forum align=”none” animation=”none” color=”red” size=”small” icon=”none” text=”Ver tópico completo
no fórum” target=”_blank” url=”http://www.lidermotos.com.br/forum/viewtopic.php?f=25&t=5665″]